Livro: Vampire Kisses

Eu acho que deve ser assim. A mulher chega pro editor e fala: “tenho uma história ótima, de uma adolescente que se apaixona por um vampiro”. E o editor diz pra autora, “a gente vai dar uma olhada”, e fala pros colegas, “isso não vai vender nunca. Joga numa gaveta aí.”
Até que um dia um editor mais inteligente pouquinha coisa resolve dar uma chance ao gênero “romance-teen-vampiresco” e o restultado está aí pra todo mundo ver: a série chatonilda Crepúsculo, que não me digno a comentar porque mal passei da metade do primeiro livro. Juro que ainda vou ler pra falar mal. hehehe
Mas enfim. Aí, os editores espertalhões pegaram tooodos aqueles livros encalhados do mesmo tema escritos por autoras diferentes e jogaram no mercado o mais rápido possível, pra vender na mesma onda de Crepúsculo. Ou vocês não repararam na similaridade entre as capas de Crepúsculo e Marcada?
E por aí vai, com a já mencionada Marcada, os da Sookie Stackhouse, que são para um público mais adulto e que estão na minha lista de aquisições, a série Vampire Diaries, que já está sendo traduzida, a série Vampire Academy e mais uma cambada de outros.
Aí, pra não ficar de fora, resolvi dar uma olhada nesse Vampire Kisses, que me pareceu um pouco mais divertido que os outros justamente porque tinha uma pitada a mais de comédia.
Raven é uma menina gótica de dezesseis anos que odeia viver na cidadezinha feliz, colorida e suburbana de menos de 10.000 habitantes onde nasceu.
Até que uma família misteriosa se muda para a mansão abandonada de uma baronesa romena, e começam os rumores de que eles são vampiros. Louca para não só conhecer um, como também para se tornar uma, Raven faz de tudo para conhecer os arredios habitantes da mansão, só para depois conhecer o homem dos seus sonhos: Alexander, um jovem ‘vampiro’ que tem tudo a ver com ela.
O livro é muito divertido pelos seguintes quesitos: Raven é indepentente, rebelde e ‘contra o sistema’, mas tem um ótimo relacionamento com os pais – o que é uma coisa triste para qualquer gótico, vamos combinar. A narrativa em primeira pessoa é interessante porque a autora faz com perfeição a voz de uma adolescente de dezesseis anos: por um lado, só quer saber de amor perfeito e verdadeiro – mesmo que, no caso de Raven, esse amor verdadeiro fosse noturno e em um cemitério – e em outros momentos, age com uma criancice incrível quando resolve brincar de detetive e descobrir se Alexander é mesmo um vampiro.

No fim das contas, é um livro divertido, que é quase uma paródia do clima pesado à la Morro dos Ventos Uivantes de Crepúsculo. Mas, se você se irrita com livros para meninas adolescentes, não leia.

5 ideias sobre “Livro: Vampire Kisses

  1. Olá!
    Eu sou suspeita para falar porque adoro histórias de vampiros. Acabei de ler Diarios do vampiro e o problema não é a historia em si, mas a narrativa que dá a impressão de ser escrita p/ adolecentes retardados.
    Bom, se vc gostou do livro, vou ter que dar uma espiada, eu não resisto.
    Porém…vampiro bom mesmo é o Lestat.
    Bjs

  2. Concordo com a Hérida, o melhor vampiro é o Lestat! lol

    quanto a esta seria, bem, é diverdida?, sim, romantica?, também, tem alguma acção?, bem, não muita… mas não está mau do todo.
    Esta saga não me suscitou muito interesse, sou sincera, mas não é má do todo! mas sem dúvida que prefiro Anne Rice ou até mesmo S.Meyer (se bem que já gostei mais desta última autora… quero é ver a versão do Edward! xD nunca mais sai …)!

  3. Olá!!!!
    Eu devoro TUDO relacionado à vampiros e apesar de concordar com vc sobre a série de Stephenie Meyer (só gostei de Crepúsculo) e a série estrelada por Zoey em Marcada, serem leituras medianas e para adolescentes, não consigo resistir! Vampiros exercem fascínio sobre mim!!
    Leia a série de Charlaine Harris, é adulta, com um humor bastante sutil e refinado:)
    Concordo com a Hérida: Lestat é único!!!!!

  4. Olá !
    Adorei seu post.
    Vc foi muito sincera em relação a Stephenie e a multiplicação de livros vampirescos. Vamos combinar, eles tem um chame irresistível. Por mais que falemos não vou ler, etc, etc no final não conseguimos resistir. Eu li todos da Stephenie e mais o que vazou na net. Foi puro deleite. Gostei demais ! Lendo Charlaine Harris, já achei que a Steph ficou pra trás e assim vai.
    Gostei da sua dica sobre a série Vampire Kisses. Vou ler.
    Beijos de fada.
    Luka.
    http://quemlefazseufilme.blogspot.com/

  5. Sobre o livro Crepúsculo eu não entendo o sucesso exagerado que ele fez, eu li o 1º livro e adorei a história mas a autora não escreve bem e foi o 1º livro dela… E destinado ao público jovem então não podemos esperar muito do livro para não nos decepcionarmos.
    Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *