Livro: The Wee Free Men


They’re small. They’re blue. And nobody messes with them.

Tiffany Aching é uma menina decidida e solitária que vive em uma fazenda. Um dia seu irmãozinho some, e ela suspeita fortemente de que ele foi raptado pela rainha das fadas. Mas como ela conseguirá resgatar seu irmão, já que a única bruxa que pode ajudá-la, Miss Tick, perde seus poderes no solo arenoso onde Tiffany mora?

A resposta: os Wee Free Men, ou Nac Mac Feegle. São pequenos homens de kilts e tatuagens azuis, com cabelos vermelhos cheios de pedaços de folhas e galhos, que foram expulsos do reino das fadas por estarem constantemente bêbados e entrando em brigas.
Eles resolvem ajudar Tiffany na difícil tarefa de entrar no reino dos sonhos comandado pela terrível rainha das fadas e resgatar seu irmãozinho.

A partir daí, é pretexto para o gênio de Terry Pratchett pintar e bordar.
Os Nac Mac Feegle são temidos por onde passam por serem virtualmente invencíveis – o que é bastante ajudado pelo fato de que eles acham que estão mortos e portanto não têm medo de nada -, indomáveis e imprevisíveis. As hordas de homenzinhos azuis que conseguem cada um deles carregar um homem adulto nos ombros e desmaiar um cavalo com uma cabeçada são incontroláveis quando começam uma briga (eles geralmente começam a brigar entre eles pra esquentar), e Tiffany descobre que tê-los ao seu lado pode ser uma grande ajuda. Apesar de ela raramente entender o que eles estão falando.

Apesar de se passar em Discworld, o mundo de fantasia cômica criado por Terry Pratchett (onde o mundo, em forma de disco, gira nas costas de quatro elefantes em cima do casco de uma tartaruga gigante), as histórias de Tiffany são tão locais e contêm tão poucos dos personagens famosos da série que quase não se repara esse fato. The Wee Free Men e suas continuações podem ser lidas indepententemente de se ter lido outros livros da série Discworld.
São livros engraçadíssimos e com aquela pitada de crítica social que todos os livros do Pratchett contêm.
E é muito divertido tentar entender o que os azuizinhos estão falando, já que o autor faz questão de escrever numa “mistura de sotaque” irlandês, cockney e escocês.
Definitivamente necessário de se ter na biblioteca.

Crivens! Let’s offski!

Título: Pequenos Homens Livres (2003)
Título original: The Wee Free Men
De Terry Pratchett (Reino Unido)
Discworld Livro 30; Série Tiffany Aching Livro 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *