Livro: The Stepsister Scheme

Cinderella se casou com o príncipe após ter ido ao baile por três noites com seu sapatinho de cristal. Quem é familiarizado com os contos de fadas tradicionais sabe que a madrasta e as irmãs más são punidas de forma bastante sangrenta durante o casamento: os pássaros (que haviam avisado o príncipe quando as irmãs cortaram fora partes do pé para caber no sapatinho) arranham o rosto das irmãs e arrancam os olhos da madrasta.
Mas Cinderella e o príncipe se casam e vivem felizes para sempre.

A história desse livro começa com Danielle sofrendo um atentado à sua vida: sua irmã postiça, que ela acreditava que nunca mais veria na vida, aparece no castelo onde Danielle vive agora e tenta matá-la usando magia.

A criada de quarto Talia salva Danielle de forma bastante surpreendente, mas a irmã de Danielle escapa. E Talia revela que é na verdade uma contratada da rainha – sogra de Danielle – e que fora colocada como criada de quarto de Danielle por segurança.

Danielle então é convidada pela sogra a fazer parte do seu grupo de princesas ninjas. Danielle hesita de início, mas logo o fato de que suas irmãs postiças raptaram seu amado príncipe Armand faz com que ela rapidamente aceite se unir às duas agentes da rainha para tentar salvá-lo.

E então Danielle inicia sua jornada para encontrar Armand junto com Talia, que um dia sofreu uma maldição das fadas e dormiu por quase cem anos, e Snow, que tinha uma mãe psicótica que queria ser a mais bela de todas e mandou Snow ser morta por um caçador na floresta por achar que a filha estava ficando mais bonita que ela.

Por ter recebido dons de perfeição das fadas, Talia é uma excelente lutadora de artes marciais, enquanto Snow tem um espelho mágico e uma beleza estonteante que tendem a resolver todos os problemas.
Já Danielle tem o dom de fazer com que todos em volta dela a ajudem, e além disso a árvore da sua mãe (que, lembra, deu o vestido e o sapatinho pra ela) produz uma espada de cristal inquebrável.

Eu sempre fui fã de princesas, e mais ainda de contos de fadas. E aí o autor desse livro resolveu unir as princesas dos contos tradicionais em um grupo como As Panteras – e num mundo de fantasia onde as fadas e os humanos estão em uma trégua pouco estável.
Eu gostei porque ficou um livro de aventura para garotas onde os bobões são os homens, ao contrário das tradicionais histórias de princesas.
Eu gostei porque o autor conseguiu fazer a Cinderella – minha princesa menos favorita por ser uma apática sem graça – uma personagem legal.
Eu gostei porque a trama de ação é interessante e bem construída, com uma vilã decente e coadjuvantes divertidos.
Eu gostei porque o livro não se leva a sério e é como ler um filme de ação podreira daqueles que eu adoro.

Eu gostei porque as protagonistas são interessantes, cheias de defeitos e não invencíveis – e o autor deu algumas nuances interessantes a elas, que ficaram ainda mais legais porque ele se baseou nos contos tradicionais, que são mais sangrentos. Então o livro ficou menos infantil e mais para o público adolescente.

Não é o melhor livro do mundo, até porque é um homem escrevendo sobre garotas, mas deu uma refrescada no gênero “para” garotas – de que a menina só quer saber de ficar com o menino no final – e fez isso de forma divertida e bastante original.

Recomendo!

Título original: The Stepsister Scheme (2008)
De Jim C. Hines (EUA)
Série Princess Livro 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *