Livro: The Goose Girl

Goose-GirlAnidori-Kiladra Talianna Isilee é a herdeira da coroa do pequeno reino de Kildenree. Sua mãe é uma governante influente que consegue comandar seus súditos com apenas uma palavra, mas Ani é desajeitada e tímida. Quando criança, sua tia a ensinou a conversar com os animais, e Ani sempre preferiu a companhia dos pássaros à companhia dos cortesãos.

Quando Ani faz dezesseis anos, a rainha revela que fez um acordo político com o reino vizinho. A paz estará assegurada desde que Anidori se case com o príncipe herdeiro do trono vizinho. Ani se sente usada pela mãe, mas mesmo assim aceita cumprir seu dever como princesa. Sua melhor amiga e dama de companhia Selia irá com ela na viagem, e seu cavalo Falada, com que Ani se comunica mentalmente em segredo, será um amigo reconfortante.

Mas durante a viagem de mais de três meses Selia se mostra menos confiável do que Ani imaginava. Ela faz um complô com vários guardas da comitiva para conseguir assassinar a princesa. Ani escapa no último minuto, e após vagar vários dias pela floresta, perdida e com fome, é acolhida por uma senhora e seu filho. Quando finalmente consegue chegar na cidade, é só para descobrir que Selia se apresentou ao rei como a princesa Anidori. Sem ter como se manter, Ani consegue emprego como guardadora de gansos, para juntar dinheiro e conseguir voltar pra casa. Mas Selia ainda está procurando pela verdadeira princesa e tem um plano para nunca ser desmascarada.

Eu sempre gostei muito do conto de fadas em que esse livro é baseado. Vocês lembram da Pastorinha de Gansos, que tinha um cavalo falante e era na verdade uma princesa? Pois bem, todos os elementos da história estão aqui, mas com uma trama política por trás e personagens muito bem construídos.

Assim como Princess of the Midnight Ball, saber por onde a história iria não me fez ficar entediada nem por um momento, muito pelo contrário. O livro me prendeu do início ao fim.

Eu gosto de adaptações de contos de fadas que conseguem criar a história sem perder de vista os elementos do conto original (se não, não fica adaptação e sim algo ‘levemente baseado’). Então eu sabia que a princesa tinha um cavalo falante, mas a narrativa consegue explicar esse ponto de forma inteligente que faz parte do mundo criado pela autora, assim como a história do outro pastor de gansos ser obcecado pelo cabelo da princesa.

Uma leitura gostosa, rápida e divertida que eu recomendo bastante. Shannon Hale se entrou pra lista das minhas autoras favoritas.

Informações técnicas: The Goose Girl (2003) de Shannon Hale. Série Books of Bayern Livro 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *