Livro: The Girl Who Could Fly

Tenho que admitir que esperava outra coisa desse livro, já que a contra-capa dizia algo como “Uma Casa na Floresta misturado com X-Men”. Não tem nada de “Uma Casa na Floresta”. Mas tem sim muito de X-Men, mas como se a escola para jovens super dotados do professor Xavier não tivesse professores e sim carcereiros.

Piper é uma garota do interior que sabe voar. Temerosos da opinião alheia, seus pais a educam em casa e não a deixam brincar com outras crianças.
Mas um dia, como era de se esperar, Piper insiste em ir com os pais na feira anual da cidadezinha. Mas as outras crianças pouco querem saber de Piper, aquela menina estranha que nem pode sair da sua fazenda porque não sabe brincar direito. Irritada, Piper quer provar que pode sim fazer coisas legais, e ao participar de um jogo acaba voando sem querer.

Imediatamente o mundo inteiro fica sabendo da garota que sabe voar, e os pais de Piper não sabem o que fazer, até que uma moça muito simpática aparece com helicópteros e tudo para levá-la ao instituto I.N.S.A.N.E., escola para jovens superdotados.
Os pais de Piper logo concordam, e ela é levada para uma escola de última geração, onde todos os alunos tem uma habilidade especial: telecinese, controle de tempestades e até mesmo visão de raio-X.

É aí que Piper passa a descobrir suas próprias capacidades e a real intenção dos cientistas do instituto, ao mesmo tempo em que começa a ter amigos de verdade.

Esse é um livro muito divertido, que mostra que por mais diferente que sejamos, sempre temos um lugar no mundo. Não deixa de ser um livro de ficção científica para crianças, e sendo assim vale super a pena dar uma olhada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *