Livro: Princess of the Midnight Ball

Galen Werner é um soldado que está voltando do campo de batalha. A paz, após tantos anos, não o deixou numa situação boa: sua família vivia entre os exércitos – o pai soldado, a mãe empregada do exército, etc – e, após a morte deles e a sua dispensa, ele é um jovem com toda a vida pela frente… se ao menos ele soubesse fazer alguma coisa.

Os soldados dispensados que tinham o privilégio de ter família eram acolhidos de braços abertos e ensinados um ofício, mas Galen não tem essa sorte – o que ele vai fazer é tentar encontrar a irmã de sua mãe e rezar para que ela tenha algum emprego para ele.

Chegando à capital, ele é recebido pela tia, mas logo descobre que a situação da família dela é complicada: o tio é o chefe dos jardineiros reais, mas o jardim do rei – que ele mantém com altos custos em memória da esposa – é símbolo da opulência real. Galen não se importa, no entanto, e logo passa a trabalhar como assistente de jardineiro no palácio.

Enquanto isso, as doze filhas do rei sofrem. A cada três dias, elas são obrigadas a descer ao reino sombrio e dançar a noite toda com doze filhos do Rei Sob a Pedra. Elas voltam desse baile exaustas e com os sapatos completamente estragados. O rei, por mais que pergunte às meninas o que se passou, fica sem saber como elas passam a noite, já que elas nada dizem e os guardas e amas que o rei ordena que fiquem no quarto delas adormecem quando chega a hora das princesas descerem e acordam no dia seguinte sem saber como elas escaparam para dançar.

A última esperança do rei é declarar que o príncipe que descobrir o mistério dos sapatos estragados poderá escolher uma das suas filhas para se casar, mas quando os príncipes que falham sofrem mortes horríveis e os reinos vizinhos começam a murmurar que as princesas são bruxas, a situação fica desesperadora – até porque agora as princesas são obrigadas a dançar todas as noites, e estão ficando cada vez mais abatidas e doentes.

Gente, que maravilha. Eu sempre fui uma super fã do conto de fadas das princesas dançantes, então encontrar uma adaptação tão boa foi ótimo e consistiu numa das melhores leituras do ano.
Os personagens são bem construídos, o mistério das princesas foi muito bem pensado, a trama é envolvente e o livro, em suma, é inlargável.
Pode parecer difícil criar doze princesas com personalidades únicas, mas a autora faz isso com maestria. Em outro aspecto, o fato de ser um soldado a finalmente descobrir o que se passa durante as danças, e além disso o papel da “bruxa” com os elementos mágicos que impedem que o soldado durma são adendos inteligentes e que deixam a trama ainda mais redonda.
Certamente vou atrás de outros livros da autora, se todos tiverem metade da qualidade desse já vou me divertir horrores.

Título Original: Princess of the Midnight Ball (2009)
De Jessica Day George (EUA)

Uma ideia sobre “Livro: Princess of the Midnight Ball

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *