Livro: O Temor do Sábio

Kote, o estalajadeiro de uma pequena cidade, continua a contar a história da sua juventude ao escritor Chronicler, sob o olhar atento do ajudante Bast.

A história segue as aventuras do jovem mago e músico Kvothe, menino prodígio na Universidade de Magia que tem sua carreira atrapalhada por seu gênio complicado: desde o primeiro livro da série que vemos Kvothe encrencar com o riquinho Ambrose e com isso acabar com suas chances de ganhar um pouco de dinheiro – Ambrose é influente e consegue que os outros nobres não aceitem pagar para Kvothe tocar.

Depois de um começo meio entediante (falo mais sobre esse tédio mala nesse post), o livro parece que vai engrenar, quando Kvothe finalmente deixa a Universidade para tentar a vida num outro reino. A pegada meio D & D dessa parte foi muito legal: o mago se une a um grupo de mercenários que são contratados pelo senhor das terras para acabar com alguns salteadores.

A aventura segue feliz, até que Kvothe se encontra com uma fada trepadeira, e aí a história passa por um momento de tédio e encheção de saco bem maior do que eu estava aguentando, e passei por outro momento “larga livro”.

Felizmente eu não desisti, e pude acompanhar Kvothe com sua viagem até as terras do seu companheiro mercenário Tempi, os fascinantes Adem. Essa parte do livro é muito boa e compensou várias idiotices da parte anterior. Continua a ser um livro escrito por um cara nerd, e o Kvothe é o pegador, e isso cansa um pouco. Mas dá pra aguentar.

Os amigos de Kvothe que conhecemos no primeiro livro aparecem (até a chata da Denna), e outros personagens interessantes são introduzidos, e o livro termina num tom que até dá curiosidade pra saber o que vai acontecer daqui pra frente.
Infelizmente a chatice da primeira parte e o momento p*nheteiro da Felurian me deixaram com tanto sono que eu realmente cheguei a largar o livro, o que nunca é um bom sinal.

Mas vamos ver. O primeiro livro é excelente, esse tem suas falhas… quem sabe o terceiro volta a ser excelente e essa realmente vai ser uma série que valeu a pena de acompanhar.

 

Informações técnicas: The Wise Man’s Fear (2011) de Patrick Rothfuss. Crônicas do Matador do Rei Livro 2

Leia sobre o primeiro volume da série: O Nome do Vento.

3 ideias sobre “Livro: O Temor do Sábio

  1. Você foi a primeira pessoa que eu tive conhecimento de que não gostou desse livro. Esse foi um dos melhores livros que li ano passado e é com certeza um dos meus favoritos ever. Realmente discordo de sua resenha, chego a não entender. E eu não sou um nerd estranho.

  2. Oi, Matheus! Obrigada pelo comentário.
    Que bom que você gostou do livro!

    Pelo seu comentário eu tive a impressão de que você não entendeu minha resenha… Eu achei que o livro tem partes boas e partes ruins. Isso não significa que eu não gostei. Até terminei a resenha falando que a série pode valer a pena de acompanhar.

    Eu acredito quando você fala que não é um nerd estranho. Mas o que isso tem a ver com a história?
    Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *