Livro: O Segredo de Chimneys

Um dos meus livros favoritos no mundo inteiro!

Tem todas as qualidades das histórias da gata triste (o herói lindão, a mocinha corajosa, o lorde engraçadinho, segredos de estado e um detetive inteligente e discreto, vilão malvado), sem ter nenhum defeito (reviravoltas revoltantes, detetive inteligente e pedante, mocinha indefesa, herói sem graça e vilão lindão)!

A história começa na África, quando Jimmy McGrath entrega um maço de cartas e umas memórias para seu amigo Anthony Cade levar pra Inglaterra.

As memórias são de um conde de um país obscuro nos Bálcãs, e pode conter diversos segredos de estado.

As cartas são supostamente escritas por uma linda dama da corte inglesa, que tem um amante e morre de medo que o marido descubra.

Só que a dama nunca escreveu carta nenhuma, e as memórias são roubadas.

Um chantagista morto, o roubo de um diamante, um ladrão internacionalmente famoso e o herdeiro do trono do país obscuro dos Bálcãs são outros elementos que apimentam a trama, sem esquecer, é claro, do querido Lord Carteham (a cena do ovo é a melhor!), da Bundle, sempre dirigindo a mais de 100km/h, e do Inspetor Battle, quieto e pensativo como sempre.

E sim, eu queria que existisse alguém que nem o Anthony Cade.

E sim, eu queria ser a Virginia Revel. Rica, linda e desencanada!

Título Original: The Secret of Chimneys (1925)
De Agatha Christie (Reino Unido)
Tem uma continuação chamada O Mistério dos Sete Relógios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *