Livro: O Aprendiz de Assassino

Esse é o primeiro volume de uma das séries de fantasia mais recomendadas da atualidade, a trilogia Farseer (que foi traduzida como A Saga do Assassino).

A história é sobre um garoto de seis anos que é entregue aos cuidados do seu pai biológico, um príncipe real. O menino, que fica sendo conhecido como Fitz, tem uma vida difícil por ser um filho bastardo. Ele é mal tratado por todos na corte, com exceção do rei, que decide que ele vai ser treinado como um assassino.

Fitz é criado por Burrich, o cocheiro real, e durante esses primeiros anos ele descobre que tem habilidades especiais que a maioria dos garotos não possui, como a capacidade de se comunicar com os animais. O reino, que é dividido em seis ducados, está sendo atacado por inimigos estranhos chamados de red-ship raiders, que transformam suas vítimas em criaturas sem consciência que só sabem matar. O rei vai usar tudo o que tiver em suas mãos para proteger seu país. A narrativa, escrita em primeira pessoa, fala do treinamento de Fitz, de seus afetos e desafetos na corte, de suas missões cada vez mais difíceis e suas consequências que podem ajudar ou destruir o reino.

Apesar de não ficarmos conhecendo a fundo a maioria dos personagens, já que a narrativa segue o ponto de vista de Fitz do começo ao fim, é impossível não nos importarmos com o que vai acontecer. Outro ponto em que a narrativa pode incomodar é que, por ser um livro relativamente antigo, os pontos da trama parecem muito óbvios em muitos momentos – mas foram os outros livros que vieram depois que fizeram as tramas parecidas. Depois de um tempo a história volta a ser surpreendente e essa impressão passa.

Com momentos tocantes e uma trama envolvente, o livro tem uma ambientação inteligente, personagens interessantes e um ritmo que faz o leitor ficar cada vez mais preso à história. Sem dúvida um dos melhores livros de fantasia que já li. Recomendo!

O universo criado pela autora é o mesmo da trilogia Liveship Traders, que também é incrível. Apesar de acontecerem no mesmo mundo, as histórias se passam em partes distantes. Além da trilogia Farseer, as histórias acontecem, em ordem cronológica, com a trilogia Liveship Traders, depois a trilogia Tawny Man, os quatro livros das crônicas Rain Wilds e por último a trilogia Fitz and the Fool.

Assassin’s Apprentice (1995) de Robin Hobb. Trilogia Farseer Livro 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *