Livro: Murder By The Book

Era uma vez o inspetor Cramer, que passa na casa de Wolfe um dia pra contar que acharam uma lista de nomes largada dentro de um livro no escritório de um cara que foi assassinado e querendo a opinião do grande detetive.
Wolfe, que estava ocupado fazendo palavras cruzadas, diz que não consegue pensar em nada pertinente e volta ao seu trabalho.
Irritado, Cramer vai embora.

Semanas depois, um homem vai até Wolfe para contratá-lo para encontrar o assassino de sua filha, que foi atropelada num local ermo da cidade.
Na última carta que a filha mandou ao pai, ela diz que tem um encontro com um cliente seu. E o nome do homem é um dos que estavam na lista que Cramer mostrou a Wolfe, semanas antes.

Começa então uma das investigações mais interessantes de Wolfe: ele sabe que há algo suspeito em ambas as mortes, mas não consegue isolar o fato para entregar informações à polícia.
Archie é mandado para agitar as coisas, como sempre, mas dessa vez a única coisa que ele consegue é presenciar outro assassinato – dessa vez de uma datilógrafa.

E assim as coisas parecem que estão mais confusas.

Wolfe então conclui que o primeiro morto fora o autor de um livro, mandado à segunda morta, que trabalhava numa editora e o lera para análise mas o recusara, e enviado então à terceira morta, a datilógrafa, para ser copiado: fica claro que o assassino não quer de forma alguma que o conteúdo desse livro seja divulgado – daí o nome do livro (algo como ‘assassinato ao pé da letra’ numa tradução livre).

É aí que vem a melhor parte da história: para conseguir provas para todas as suas conclusões, Wolfe manda o enérgico Archie até Los Angeles, onde vive Mrs. Potter, a irmã do primeiro morto – autor do polêmico livro.
Essa moça é uma das melhores personagens femininas criadas pelo autor – se não a melhor, já que outra canditata ao posto, Phoebe Gunther, a secretária do morto em The Silent Speaker, é assassinada logo no começo do livro e a outra concorrente, Priscila Eads, é assassinada logo no primeiro capítulo de Prisoner’s Base.

Mrs. Potter é, nas palavras de Archie, gordinha demais, baixinha demais e velha demais para ele, mas ainda assim é a única mulher com quem ele consideraria se casar.
Vindo de Archie, esse é o maior elogio de todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *