Livro: Morto Até o Anoitecer

E olha só, mais um best seller que caiu nas minhas mãos meio que por acaso – na verdade foi presente de amigo secreto, ê!
Pra quem não sabe a história do livro ainda, os japoneses inventaram sangue sintético e agora os vampiros estão aí no mundo geral. 
E Sookie Stackhouse é uma garçonete do interior dos Estados Unidos que tem um problema bem tenso: ela consegue ler mentes. Ela é extremamente infeliz , já que está cansada de ouvir os pensamentos chatos, mesquinhos ou vergonhosos dos outros toda vez que baixa sua guarda; Até que ela conhece um vampiro, Bill, que além de ser charmoso e cavalheiro, faz com que ela ouça um impressionante silêncio perto dele.
Enfim. Bate o romance, já que aparentemente Sookie é imune ao charme compulsivo do Bill e isso faz com que ela seja interessante pra ele.
Junto com esse romance inusitado, ocorrem algumas coisas pra animar a parada e não deixar o livro ser totalmente chick-lit.
Começa uma série de assassinatos de garotas que saem com vampiros, e assassinatos aparentemente cometidos por um humano.
Depois começa a revolta contra os vampiros na cidade de Sookie.
Aí ela passa a ser suspeita de um dos assassinatos. E Bill passa a ser perseguido por seus coleguinhas vampiros nada agradáveis.
Em geral achei um livro interessante. Ao contrário dos livros de vampiros que estão saindo pela aí, o ‘folclore’ vampírico está preservado (prata, luz do sol, etc). Além disso, histórias policiais sempre me atraem, e Sookie é uma personagem simpática.
Não chega a ser uma série que vou me esforçar pra acompanhar – ainda mais com todos os livros que tenho pra ler em casa – mas é definitivamente uma melhoria em relação aos livros de vampiro que andava lendo.

2 ideias sobre “Livro: Morto Até o Anoitecer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *