Livro: Estranhas Irmãs

Lembro vagamente de já ter lido esse livro uma vez, mas como é só uma vaga lembrança nem deu pra atrapalhar a leitura.

Em Lancre, o rei foi assassinado por seu primo, que agora subiu ao trono. Só que o tal primo só quer saber de poder e não tem nenhum amor ao reino.
Só que o reino, que fica nas montanhas Ramtop, um dos lugares mais mágicos do já mágico Discworld, tem uma mente própria, e não gosta nada de ser governado por alguém que o despreza.
Granny Weatherwax, a bruxa mais líder não-líder das bruxas que não têm líder, é indagada pelo reino, na forma de inúmeros animais, se pode se livrar do novo rei.
Mas o trabalho das bruxas é não se envolver com política.
Granny, Nanny Ogg e mais uma novata que esqueci o nome são obrigadas a não-se-envolver, o que inclui fazer com que a madeira das portas de um castelo pense que é na verdade uma raiz poderosa acelerada, explodir carroças com raios de octarina e avançar um reino no tempo.
Para quem não está acostumado com Terry Prachett, a descrição pode parecer um pouco confusa. E o livro é bastante confuso, na verdade, principalmente quando a ação passa a acontecer em Ankh-Morpork, uma cidade onde o rio é tão poluído que dá pra pegar a água dele com uma rede.
Além disso, as habilidades artísticas de Tomjon, o filho perdido do falecido rei, e os impulsos criativos do seu amigo anão Hwel são por demais autobiográficos do autor (que já não é dos mais normais, no bom sentido) para que o pobre leitor consiga seguir pra onde está indo toda a história.
De qualquer forma é um livro divertido, como todos que se passam em Discworld, e uma leitura agradável e rápida (o que pode ser demonstrado pelo fato de que comecei a ler ontem de manhã e lá pelas seis já tinha terminado).

Título Original: Wyrd Sisters (1988)
De Terry Pratchett (Reino Unido)
Cronologia Discworld Livro 6 / Sub-Série As Bruxas Livro2

Uma ideia sobre “Livro: Estranhas Irmãs

  1. Foi esse Terry que escreveu Belas Maldições junto com o Neil Gaiman não foi?

    A propósito, sempre quis te perguntar uma coisa: você leu a Caçadora de Recompensas não foi? E vc comentou que é tradutora. Não ficou danada da vida quando descobriu que trocaram o nome do Ranger nesse livro?

    Adorei esse seu blog tb! Vou colocá-lo na minha lista!

    Bjs!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *