Livro: Cozinheiros Demais

 Antes de tudo eu quero relatar uma experiência irritante que eu tive.
Eu estava numa aula de espanhol para estrangeiros, conversando com um coreano simpático e uma sueca meio alfacinha. O coreano quer ser chef quando crescer, então, além do espanhol, está fazendo um curso de culinária.
 
A atividade proposta era discutir livros e filmes que tivéssemos lido e visto. Aí eu lembrei desse livro que vou comentar agora, que é um policial de que gosto muito e que se passa num evento entre vários chefs importantes do mundo inteiro. Como o autor também tinha um conhecimento básico sobre culinária, o livro tem várias receitas na história. Eu recomendei o livro para o coreano, já que ele queria ser chef.
E ele pegou o lápis pra escrever o nome do livro. Como eu não sei o nome em espanhol e muito menos o nome em coreano, disse pra ele o nome original: “Too Many Cooks”.
 
“Péra. Não escreve isso não. O nome tá errado,” interrompe a sueca.
Eu e o coreano olhamos pra ela. “Errado?” eu disse.
Ela ri, desdenhosa. Fala pro coreano, “Ela quis dizer ‘Too Many Chefs’, não ‘Too Many Cooks’. Não existe ‘cook’ no sentido de cozinheiro em inglês; todo mundo faz esse erro…”
“Como se diz cozinheiro em inglês, então?” eu pergunto, já meio irritada.
“Não sei, mas não é cook.”
“Bom, então pode ser que o autor tenha dado o nome errado pro livro, porque o nome é esse.”
“Nossa, não precisa se ofender. Eu só tava tentando ajudar!”
 
Em tempo: cook significa cozinheiro.
E vocês mesmos podem ver a capa do livro.
Tem gente que merece, né????
 
Enfim. Depois desse momento de extrema irritação (especialmente porque eu não pude, por razões de força maior, martelar a cabeça da sueca intrometida até quebrar a cara desbotada dela com o livro), só me restou falar desse policial divertido, interessante e bem bolado que mais uma vez apresenta o excêntrico e obeso detetive Nero Wolfe.
 
Tudo começa com a aceitação, por parte de Wolfe, de um convite feito por um grupo de eminentes chefs internacionalmente conhecidos para discursar num encontro gastronômico. Um desses chefs é um catalão que tem uma receita secreta de salsichas, e Archie Goodwin, secretário e assistente de Wolfe, suspeita que o único motivo para Wolfe ter aceito o convite é o fato de que ele quer, mais do que tudo no mundo, a receita das salsichas.
Archie, por sua vez, se contenta em flertar com a filha do catalão, uma bela jovem que infelizmente tem preferencias por um jovem advogado que também estava no trem.
 
O livro todo se passa no hotel onde os chefs se encontram anualmente para criar refeições divinas, escolher um novo membro do grupo e ter brigas horrorosas entre eles discutindo qual é a melhor culinária do mundo.

Nesse ambiente de emoções intensas e gênios briguentos, um dos chefs mais odiados é assassinado durante um teste de paladar. E o autor da receita da salsicha é o principal suspeito da polícia.

Wolfe é então obrigado a trabalhar, e sua tarefa não é simplificada pela polícia local, tacanha e preconceituosa.
Um ótimo livro de mistério com algumas pitadas de culinária da haute cousine, esse romance policial é necessário a todos os que curtem um livro desse tipo ou que gostam das aventuras do gordo Wolfe.

Título Original: Too Many Cooks (1938)
De Rex Stout (EUA)
Série Nero Wolfe Livro 5

11 ideias sobre “Livro: Cozinheiros Demais

  1. Olá,
    Que bom que você voltou, espero que tenha tido ótimas férias!
    Baixei esse livro para ler, agora vou colocá-lo no topo da lista.
    A sueca e o coreano deram um sabor especial ao seu post.
    Obrigada pela dica
    Um abraço

  2. Eu comecie a ler o post + vi a frase
    “Por que além dos quatrocentos livros que tenho no quarto, há que se considerar que mais de cem deles ainda não foram lidos. Ou seja, não consigo lê-los mais rápido do que os compro.”

    e pensei tenho q voltar + vezes aqui, ela é como eu! rs. Comprar livros é quase uma compulsão né? Eu ganho livros, mas não resito às comprinhas. Compro muito pela net, mas eu gosto mesmo é ir na livraria, demorar escolhendo, tomanr um café, ler umas páginas.

    Adoro esse programa de índio na livraria, ainda + se for num dia de chuva…chega dá vontade de ficar o dia todo lá.

    Eu não conhecia esse livro, gostei da forma do tema, super original. Vou anotar a dica.

    Ah, sua aula de espanhol deve ser o máximo, tantos estrangeiros juntos, deve sempre ter alguma resenha. É bom, pode irritar na hora, mas de algumas depois vc irá gargalhar.

    Pensa sempre positivo.

    Bjs.

  3. olha re !!!
    AHAZOL!!
    HAOHSIOAHSIOAHSIOAHSIOAHSIOAHO
    too many Fãns!!!

    heoiheioe
    adorei reee!! a sua reação com a menina, foi mesmo A SUA REAÇÃO!! nao esperava outra!! heoiheioe
    imaginei a cena na cabeça…sua cara…indescritivel!!hoeheohe

    ree, vc é minha queridona!!
    😀

    sempre
    beijoca

  4. Olá!! Coincidentemente me deparei com seu blog ao fazer uma pesquisa sobre sites relacionados a este nome “cozinheiros demais”. Sendo um fanático completo por romances policiais, não pude deixar de observar tais post em seu blog. Meus parabéns! Nós devoradores de livros temos sempre mais livros do que conseguimos ler!! mas a pilha é encorajadora!! sempre!!

    Att,

    O. Golin
    http://cozinheirosdemais.blogspot.com/

  5. Oi! Acabei de terminar o livro e adorei! Estou apaixonada por Nero Wolfe e Rex Stout. Descobri o livro no skoob, procurando por livros sobre comida para o desafio literário… e depois procurei no google e vim parar no seu blog…

    A resenha é divertida e ótimo aperitivo. Fiquei com vontade e devorei o livro assim que pude! Brigadão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *