Livro: Clientes Demais

Um dia Archie Goodwin, o detetive, recebe a visita de um ilustre milionário chamado Thomas G. Yeager. O homem suspeita que esteja sendo seguido, de sua casa até um endereço confidencial, e quer que Archie o ajude a descobrir quem é que o está seguindo e de preferência o porquê.

O chefe de Archie, o gordo e gênio Nero Wolfe, está cuidando de suas orquídeas no sótão quando Yeager faz a visita, mas Archie aceita o trabalho mesmo assim.
Ele vai até a casa de Yeager no horário combinado, à noite, e fica esperando ele sair para começar a operação, mas quando Yeager não aparece, Archie resolve ligar para a casa do cara pra ver o que tá pegando. E quem atende é um sargento da polícia – departamento de homicídios – conhecido de Archie.

Sabendo que se a polícia ouvir falar que ele e Wolfe estavam de qualquer maneira ligados a um caso de assassinato a coisa vai pegar mal, Archie volta pra casa e conta tudo a Wolfe, que não quer se envolver.
E no dia seguinte ambos ficam sabendo que Thomas G. Yeager foi encontrado morto por um tiro num buraco de obra numa rua pouco movimentada – bem em frente ao endereço que ele havia dado a Archie na tarde anterior. Curioso, Archie vai atrás de descobrir o que aconteceu, e logo chega a duas conclusões muito importantes: o homem que fora contratá-lo dizendo ser Yeager não era Yeager. E o endereço que ele deu era de um prédio feioso com um apartamento de luxo na cobertura, provavelmente utilizado por Yeager para ter encontros extra-conjugais.

Logo Wolfe é incapaz de se manter fora da situação, já que todos parecem querer contratá-lo para fazer alguma coisa: o presidente da Continental Plastic Products, chefe de Yeager, quer que Wolfe mantenha o apartamento escandaloso longe da mídia. A esposa de Yeager quer que Wolfe descubra o assassino do marido. Os zeladores do apartamento, um casal de latinos, quer que Wolfe os mantenha longe da polícia. Isso pra não falar no falso Yeager, que ninguém parece saber quem era…

A situação se complica após um segundo assassinato, mulheres bonitas não param de tentar entrar no apartamento para retirar objetos incriminadores deixados lá em prévias noites de amor, e Cramer, o inspetor de polícia, como sempre parece não acreditar em nada do que Wolfe fala.

Um excelente mistério, com uma trama inteligente, um final interessante e com a sempre hilária narrativa de Archie, esse livro é um dos bons da série de Wolfe que vale muito a pena ler.
Além disso, existe em português e é curtinho, sem enrolações.
Recomendo!

Título Original: Too Many Clients (1960)
De Rex Stout (EUA)
Coleção Nero Wolfe Nº 34

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *