Cinco Excelentes Fantasias Infanto-Juvenis

Tem gente que não gosta de fantasia ‘infanto-juvenil’. Pra esse povo, esse tipo de livro é chato porque são sempre protagonistas moleques que fazem um monte de coisas no lugar dos adultos, e a impressão que dá é que OU algum adulto poderia perfeitamente ter resolvido o problema OU as crianças teriam morrido na primeira cena do livro fazendo alguma coisa perigosa. Pra não falar da total irresponsabilidade de todos os adultos envolvidos na trama, que acham normal colocar garotos de 12 anos salvando pedras filosofais de feiticeiros malignos ou recuperando o raio dos deuses do inferno.

Eu concordo que isso tende a ser bastante irritante, ainda mais porque 90% dos heróis de livros infanto-juvenis são algum tipo de ‘chosen one’, que irá restaurar a paz e a justiça na galáxia.

MAS isso não significa que eu vou ficar aqui, parada, estática, deixando gente falar mal do meu gênero favorito de leitura. Então preparei uma lista dos cinco melhores livros de fantasia infanto juvenil, que, apesar de possuírem em alguns casos elementos clichezados (mini pessoas fodas, chosen one, adultos bocós etc), são por si só tão geniais que representam não só a nata do gênero como também diferenciais importantes no mar de livros iguais que são lançados hoje em dia.

Natal, hein, hora de pensar no que dar praquele seu sobrinho pentelho.
Então vejamos.

5. Artemis Fowl e o Incidente no Ártico – Eoin Colfer
Enquanto no primeiro livro da série do garoto-gênio-do-crime as coisas ainda estavam começando a engrenar, os personagens estão muito mais à vontade nesse segundo volume. Esse livro acrescenta à fantasia infanto-juvenil o conceito de protagonista que é na verdade um jovem vilão sem escrúpulos, que usa seu intelecto avançado para roubar dinheiro das fadas (que respondem com um poder de fogo considerável, já que são mais avançadas tecnologicamente do que nós).
Butler, o mordomo-super-agente-secreto, e Holly Short, da liga de elite da polícia das fadas, complementam o time, nessa trama movimentada, divertida e às vezes até mesmo tocante.
Para complementar, leia A Vingança de Opala.

4. A Bússola de Ouro – Philip Pullman
Um mundo paralelo onde as pessoas possuem daemons, entidades em forma de animal que representam uma espécie de alma externa, voam em zeppelins e conversam com ursos polares, Lyra, uma garota independente criada solta numa universidade, se vê no meio de uma trama complexa que começa com o rapto de crianças.
Além de ser uma das ambientações mais interessantes do gênero, o livro lida com temas complexos, como sexualidade e religião, sem tirar o foco dos personagens adultos: o charmosérrimo Lord Asriel e a sexy Sra. Coulter. Não acho os outros dois livros da série tão bons, mas são continuações, então para complementar, leia A Faca Sutil e A Luneta Âmbar.


3. O Feiticeiro de Terramar – Ursula K. Le Guin
Eu já falei um monte desse livro aqui, mas não canso de recomendá-lo. Os livros mais recentes da série não tem o mesmo frescor e genialidade desse, que conta a história de um jovem mago ambicioso que descobre que o poder não é algo fácil de ser adquirido. É um livro mais sério e mais interessante do que os livros do gênero, com um final surpreendente que faz dele uma obra filosófica. Para complementar, leia As Tumbas de Atuan.


2. Krabat – Otfried Preussler
Fantasia e terror light se misturam nessa obra prima de autor alemão. O protagonista é um moleque que vende a alma ao moleiro do Moinho das Águas Negras em troca de poder mágico,  mas logo vai percebendo que foi um trato dos mais desfavoráveis. O filme, do mesmo nome, deve já ter saído nas locadoras e é um raro exemplo de adaptação bem feita.

1. Peter Pan – J.M. Barrie

Todas as crianças crescem, menos uma. A obra prima da literatura fantasiosa infanto juvenil está completando mais de centena de anos, e os personagens continuam cativando milhares de pessoas: Peter Pan, o garoto que não quer crescer; Capitão Gancho, seu inimigo mortal, cuja mão o crocodilo comeu; Sininho, a fadinha geniosa; Wendy, a garota que não sabe se cresce ou não; e João, Miguel, Tistu, Deléve, os Gêmeos, Barrica, Lírio Selvagem e todos os outros.
Uma leitura imperdível também para adultos.

Com as palavras-chave

4 ideias sobre “Cinco Excelentes Fantasias Infanto-Juvenis

  1. Tenho os dois primeiros livros do Artemis Fowl; faz anos que os li, mas gostei bastante.
    Mas agora, com tanta coisa pra ler, os demais livros dessa série ficam lá no fim da lista das prioridades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *