Livro: Black and White

Esse foi um livro daqueles que você acha por acaso na livraria, se interessa pela capa e pela descrição e acaba levando.
Graças aos céus, dessa vez isso deu certo (às vezes é lógico que não funciona) e devorei o livro em menos de um dia.

Jet é uma super heroína. Seu super poder é lidar com as sombras, e ela passa dia e noite incansavelmente lutando contra o crime em Nova Chicago, num futuro não-tão distante.

Sua arqui-inimiga é Iridium, que domina o sub-mundo do crime com mão de ferro e seu poder de controlar a luz.

O livro é dividido em capítulos alternam o ponto de vista das duas e também o tempo da história: ANTES, que fala de como Jet e Iridium foram juntas para a escola de super humanos, viraram melhores amigas e depois acabaram brigando, e AGORA, quando ambas se deparam com uma trama bem mais complexa do que imaginavam – e uma acha que a outra é a culpada.

Hoje em dia, Jet é a super heroína oficial de Nova Chicago, e mais do que nunca ela tem de lidar com as peripécias de Iridium, com a influência política de uma sociedade de fanáticos que prega a extinção dos sobre humanos e com o desaparecimento de uma repórter que estava investigando as origens dos super heróis. Como se não bastasse, Jet recebe um novo ajudante, que é extremamente atraente e faz ela ter calafrios toda vez que ele se aproxima dela.

Já Iridium é obrigada a se aliar a um vigilante para conseguir controlar as gangues que vivem na antiga Chicago abandonada, ao mesmo tempo em que tenta libertar seu pai, um arqui-vilão que está preso na prisão para super heróis, e convencer Jet de que ela está lutando do lado errado.

Escrito por duas moças viciadas em histórias em quadrinhos, esse livro me conquistou do início ao fim. As personalidades complexas de ambas as protagonistas deixam a história sempre imprevisível, ao mesmo tempo em que a trama contém todos os bons clichês de histórias de super-heróis, mesmo que muitos deles ao contrário: a loira bonitinha tem um temperamento do cão e é a vilã da história, a garota morena tímida e reprimida é a heroína que se veste de preto e vive nas sombras.

Divertido, inteligente e complexo, esse livro valeu seu preço – sim, foi alto, mas é lindo – e me deixou muito ansiosa para ler o segundo da série, Shades of Grey.

2 ideias sobre “Livro: Black and White

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *