Livro: Avalon High

Eu sempre gostei das lendas do rei Artur. Eu sempre gostei de Meg Cabot. E apesar dos personagens principais, como está claro no título, serem de idade colegial, a meu ver esse livro não deixa de ser um chick-lit.
Elaine acabou de mudar de escola para essa Avalon High, durante o ano sabático dos seus pais, ambos professores universitários especialistas em Idade Média ou literatura medieval ou algo assim.
Elaine teve seu nome inspirado na trágica Lady of Shalott, conhecida por mim por causa de sua aparição no poema de Tennyson mencionado no A Maldição do Espelho, da Christie.
Enfim. E aí ela conhece Lance, ídolo do time de futebol, Jennifer, a líder de torcida, e Will, namorado de Jennifer, presidente da classe, protetor dos fracos e oprimidos e sei lá que mais. Ela passa a gostar de Will. Mas ele tem namorada. Mas parece que Jennifer tem um caso com Lance, que é o melhor amigo de Will, e o meio irmão de Will, Marco, quer mais é ver o circo pegar fogo e revelar o romance.
E o professor louco deles todos acha que Will é a reencarnação do rei Artur.
Primeiro eu quero dizer que gosto muito dos livros da Meg Cabot porque ela escreve de um jeito que você nem percebe que está lendo.
Segundo eu quero dizer que eu gostei que parece que a autora leu pelo menos alguma coisa sobre as lendas arturianas, e trata-as com respeito e fidelidade.
Terceiro que eu achei o máximo o fato de que o livro não define se aquele relacionamento lendário é verdadeiro ou não – se quem está certo é o professor/Merlin, acreditando que Will = Artur, ou Ellie, acreditando que Will = um cara normal (gostoso, mas normal).  Mesmo que ela não consiga explicar o estranho poder que Will de repente adquire ao empunhar uma velha espada.

Um livro gostoso de ler, que conseguiu ‘adaptar’ uma das grandes lendas da civilização moderna ocidental sem maiores comprometimentos.

5 ideias sobre “Livro: Avalon High

  1. Foi o unico livro da Meg Cabot que eu li, e foi o suficiente para eu não gostar dela! Mas nada contra ela e muito menos com quem gosta dela!

  2. qual é a graça de ler um livro q no final não conta se o relacionamento lendario ( parte mais legal da historia rsrsrs) é verdadeiro ou não? hihihi

  3. Furei o desafio de maio ! 🙁
    Eu já tive esse livro em minhas mãos e não li. Tô tão arrependida depois da sua resenha.
    Parece ser muito legal !
    Parabéns pela resenha.
    Beijos
    Luka.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *