Abandonei: Crepúsculo

Olha só, eu acho que todo mundo já me leu falando alguma coisa desse livro, e sei que a moda já passou, mas outro dia resolvi dar uma segunda chance ao livro (eu tinha começado e largado assim que o livro saiu em português) e MESMO DA SEGUNDA VEZ, mesmo sabendo o que esperar, não consegui e larguei. Daí, como nunca tive a chance de falar exatamente quais eram os problemas que eu tenho com o livro, e aproveitando essa segunda “largada”, aí vai!

Primeiro de tudo que eu só consegui ler até aquela parte em que eles tão assistindo filme no colégio e ela tá toda “nossa, tem muita eletricidade entre nós” e aí eu parei, porque né.
Segundo que até eu – que sou cética com esse tipo de livro – senti o apelo do Edward. Sim, ele é um cara da hora.

Mas pra mim, o melhor do livro é o humor, que eu sinceramente não sei se é involuntário. Eu gostei muito do espanto do Edward diante das reações da Bella aos seus poderes, e da pegada “o que será que ele é tudo bem eu já sei mas é legal mesmo assim”. O “mistério” das atitudes do Edward segura bem o livro.

Só que a parte que me irrita não é anulada pela personalidade do Edward. E a parte que me irrita é bem grande: Bella.

Ô mina chata!

E enquanto eu aguento muita gente chata nos livros, se tem uma coisa que me faz largar é um narrador chato. Eu entendo os motivos da autora – a de fazer a menina insegura e com pouca personalidade para que as leitoras pudessem se projetar – mas isso não me tira a irritação ao ler o livro. Tenho amigas que amaram a história justamente porque se identificavam muito com a babaquice da Bella, mas como eu nunca tive esse tipo de relacionamento co-dependente (tive outros que tinham outras características ruins também, não duvidem), não sei se sou exatamente o tipo de leitora que era o alvo do livro…

Isso vindo, claro, de uma pessoa que teve ataques porque a Katniss ficou se arrastando pelos cantos em vez de pegar uma bazuca e ir resgatar o Peeta: não tenho muita paciência para protagonistas choramingonas e que tendem à donzelas indefesas.

E daí eu vi, ou me contaram, ou fiquei sabendo (porque vivo nesse mundo) do final da série e a creepiness toda me deixou bem longe dos livros por muito tempo. Claro que um dia, se eu não tiver nada pra fazer e só esses livros na minha frente, quem sabe… Quem sabe.
Mas a princípio acho a coisa toda por demais “o amor verdadeiro e eterno existe e case virgem porque é melhor” pro meu gosto. Existem outros livros de romance-com-vampiros na minha lista para ler, e o fato deles terem cenas de sexo e não terem adolescentes complexados só adiciona na diversão.

Uma ideia sobre “Abandonei: Crepúsculo

  1. Eu também larguei o livro pelo mesmo motivo… quase.
    Realmente a Bella enche o saco, enche MUITO o saco… mas eu tinha resolvido ignorar isso e perseverar, mas depois que o arquivo que lia apagou DUAS vezes a memória do celular (lia no celular entre aulas ou coisa assim) – e foi SÓ esse arquivo que deu esse problema – deixei pra lá… Não bastava a personagem chata, o arquivo ainda era amaldiçoado…

    Choramingonas e indefesas de vez em quando não é ruim (depende MUITO do livro e do autor), mas essa aí não era nada disso… era uma chata sem tamanho mesmo e pronto… >.<

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *