Livro: A Morte da Sra. McGinty

A.Morte.da.Sra.Mcginty

Mais um livro da Agatha Christie com o detetive Hercule Poirot, dessa vez investigando a morte de uma faxineira. O acusado – e condenado – é o desagradável inquilino da senhora, mas o policial que cuidou do caso suspeita de que não tenha sido ele. Sobra para o belga bigodudo resolver o problema.

Hercule Poirot está aposentado. Mas se sente constantemente entediado, pois seu grande hobby – a comida – só pode ser apreciado três vezes ao dia. Vem a seu resgate um antigo colega, o Superintendente Spence, com um pedido de favor.

A Sra. McGinty era uma faxineira de meia idade, encontrada morta por pancadas na cabeça. O suspeito do crime  – que já foi preso, julgado e condenado – é seu inquilino, o jovem James Bentley. Apesar de todas as provas e da decisão do júri, o superintendente tem certeza de que Bentley não cometeu o crime. E pede que Poirot ajude a descobrir quem é o assassino.

Entediado, Poirot aceita a missão, só para ir parar numa pensão mal cuidada onde ele passa frio e come mal. Mas existem as vantagens: sua anfitriã é deveras divertida, o mistério de fato vai se expandindo, e ele ainda por cima tromba com a Sra. Oliver, que está trabalhando na adaptação do seu livro para o teatro.

O motivo para o crime é bem interessante: a Sra. McGinty, que sempre foi enxerida, encontrou uma fotografia em uma das casas que limpava: a fotografia que uma criminosa, que ela reconheceu de uma reprodução num jornal dominical com a devida dose de breguice e sensacionalismo. Infelizmente, fica claro que a faxineira foi atrás da assassina, ou de alguém ligado a ela, para conseguir dinheiro, e esse se provou um erro fatal.

A Sra. Oliver se prontifica a auxiliar Poirot com sua supostamente infalível intuição feminina. Poirot não desiste de seu método de conversar com as pessoas envolvidas na história na certeza de que alguém alguma hora vai se entregar. Com um grupo interessante de participantes no mistério e um motivo dos mais bem pensados, esse é mais um dos livros da autora que eu recomendo como excelente diversão.

Informações Técnicas: Mrs. McGinty’s Dead (1951) de Agatha Christie

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *